Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

31 de mar de 2007

...centelha...

No centro de tudo
uma faísca azul
(fagulha, chama, centelha)
um desejo de luz
de cor e calor
incandescente...

30 de mar de 2007

...dança dos dias...


...Os dias deslizam, dançam, voam!... A cada dia, mais um pedacinho no mosaico de nossas existências... mais pinceladas coloridas na louca tela da vida... mais movimentos espirais, cíclicos, musicais... mais alguns fios entrelaçados, linhas cruzadas, tramas desfiadas... mais algumas manchas, mais marcas, mais matizes... outras cicatrizes, dores e cores... novas esperanças, sonhos e amores...

26 de mar de 2007

...murmúrio musical...

...Os movimentos musicais-vitais se alternam, as melodias se encontram e se transformam,confundem-se na sucessão de momentos e ritmos, na história de cada um de nós...Sinfonias... "Allegro Vivace" alternando-se com "Acalantos" ou "Moderatos"... Entre sons e silêncios, "Andantes" ou "Graziosos", a canção da vida vai surgindo em cada coração, cabeça, boca, alma...que singra, sangra, sonha... e canta, retumba, ressoa!
...Canções e caminhos entrecruzados, harmonias ou contrastes, almas afinadas, desafinadas, dissonantes... Melodias que acalmam, encantam, envolvem, libertam,incitam, enfeitiçam, músicas que esperam, renascem, renovam, reavivam a seiva compondo novas notas e sonhos, invenções na ária fugaz e eterna... dando voz e luz ao "murmúrio infinito do cosmos"...

20 de mar de 2007

reconfigurações...


O mais colorido e dolorido da vida talvez aconteça em suas constantes reconfigurações...

...Algo acontece, lá no fundo, e o que é???... Não sei, ainda, dizer... mas sinto os movimentos, a espiral a girar, os vórtices e vertigens, os ritmos, os ciclos, as luas e sóis que se entrelaçam, dançam, se confundem num bailado eterno- fugaz feito cintilações , constelações, colares de astros, estrelas, cristais e caracóis...

...nau e luz...

...A nau da alma ilumina
recantos, solidões, abismos
apruma asas, velas, pensamentos
lança-se à vida, aos ventos infinitos...

19 de mar de 2007

...linhas...

...A nau da alma enovela
caminhos, corações e laços
confunde e redesenha linhas
destinos, tempos e espaços...

16 de mar de 2007

...sonhando...

...A nau da alma singra, sangra, sonha...
...A nau da alma chora, enquanto deseja dançar...
...A nau da alma mergulha, contudo deseja voar...

13 de mar de 2007

naus e véus

...A nau da alma singra...
...a nau da alma sangra...
...a nau da alma sonha...
Entre véus e turbulências, voa
viaja, espalhando poeira e poesia
nas entrelinhas das vidas, vislumbra
ilhas, vulcões, velas, transparências...

12 de mar de 2007

nau da alma


A nau da alma parte
levanta ânkora, desfaz o nó
atravessa as águas de março
abre as asas no azul espaço...

A nau da alma pousa
num ponto sobre o abismo
e analisa o mapa-mandala
do mundo-labirinto-lilás...

A nau da alma pulsa
seguindo seu vôo-paixão
encontra espirais e ventos
em movimentos infinitos, in-fusão...

10 de mar de 2007

...in-fusão...

Cada fusão fugaz
produz suas cintilâncias
êxtases e cicatrizes...

9 de mar de 2007

...movimentos...

A nau da alma segue
cruzando as águas de março
vislumbra luzes, ventos e invenções!...