Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

27 de set de 2006

nascente



Alegria nascente
na alma,
olhando o infinito
poema
da vida que se

re-faz
adivinhando
o pulsar

da gema
e a voz do viver,

sementes
de uvas e sonhos
os ovos as asas
os vôos
as curvas

na contramão...


O tesão da tela
a leveza da letra
o lirismo da boca

as bordas do mundo
da flor-borboleta
luas-limiares
sorvendo sensações
e sumos triangulares
ciclos e movimentos
mandalas e ventos
em devaneios
espirais
...

15 de set de 2006

semear


...Hora de semear novos sonhos, arar a alma, remendar o coração...