Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

10 de out de 2009

fulgurações

Olhares
esgarçados
perscrutando
labirintos
e abismos
escondidos
descobrindo
paraísos
e sentidos
fulgurantes
nos instantes
que cintilam
e tão rápido
se esvaem...

(Ana Luisa Kaminski,
fevereiro/2008)


ARTE DE STAËLL DI LUKKA


"Eu dormia... Um anjo sussurrou-me ... Acordei com teu nome no âmago, na alma, A tua imagem, desenhando-se nas nuvens brandas, mansas e alvas da minha manhã. No caminhar do dia, diáfana dádiva azul incrustando-se na rotina, nos móveis, nas minhas mãos, até desfazer-se. Agora, me deito, faço uma prece e percebo que ainda resta-me mais do que resquícios teus. Resta-me o ser-te, ser-me, o teu ser sem-fim, amalgamado em mim."
(LARA LUNNA, 2009)

15 comentários:

Luciana Marinho disse...

tão belas imagens do feminino.. de profundidade uterina. o útero como símbolo de estar acolhido na natureza, no mundo. sinto-me levada por essas imagens.

beijos, analuz.

Wilson Torres Nanini disse...

Do útero ao labirinto, seu poema é todo um signo do que vem à tona. Muto bom mesmo!!!

carmen garrez disse...

Sou encantada com a obra de Staëll...magnífica forma de amor...tintas e cores !
Parabéns moça artista...!
Carinhoso abraço.

Lara disse...

Querida artista de todas as cores, de toda forma, toda luz... eu te saúdo, querida...
Pela arte que pulsa em ti, esta partícula divina que por herança lhe foi concedida e que a fizeste expandir, fulgurar... unir polos e corações...

Eu te saúdo, Musa Azul!

Jacqui Faye disse...

Such beautiful artwork, incredible.... intense compositions and color that flow so softly. I am honored that you visited my site.
sincerely,
jacqui faye

Bel M. disse...

Atrapar el instante, eso decía vuestra gran C. Lispector, y tú lo haces en esos instantes que centellean en versos, en formas y colores.
Um beijo.

Tais Luso de Carvalho disse...

Olá, Ana Luisa, estou no pc agora e recebi teu comentário. Agradeço e sabes, há muito, que admiro muito o teu trabalho, não?

Um grande beijo e meu carinho.
tais luso

Dalva disse...

Sua imagens são belíssimas... nas formas e nas cores... adoro!

Uma semana de paz!

Bjs.

Mar Arável disse...

Tudo tão leve

e elevado

Agradeço o seu texto

que me estimula

Yuri Assis disse...

linda é você que me vê prismado! beijo

Érica disse...

Sentir... O coração é o balanço levado pelo Vento às mais distantes estradas.
Adorei seu blog, Ana.

Abraços,
Érica.

Mar Arável disse...

Belas imagens

com textos azuis

de grande profundidade

. fina flor . disse...

ficaram ótimos os slides com suas telas, querida

beijos

MM.

>>> desisti de desistir, ia fechar o fina flor, mas desisti, rs*

Noemia Travassos disse...

Analuka,

Encontrei casualmente o seu blog e fiquei maravilhada com o seu fantástico trabalho. Voei mesmo nas asas da sua imaginação! Os meus parabéns e vou voltar de novo!

Concha Rousia disse...

Adoro a tua obra, acho que não é nenhum segredo... é única, original, profunda e ligeira ao mesmo tempo, a tua obra é como a tua alma... Maravilhoso o seu tacto. Um beijo azul a atravessar as ondas do mar que une a Galiza com o Brasil :)