Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

10 de dez de 2010

Matizes e movimentos

O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem...


(Guimarães Rosa)


‎"L'Amore è quello che mi fa volare in cielo e camminare sulla terra. L'Amore fa di me una persona viva...e la Poesia mi porta al luogo in cui il cielo e la terra sono la stessa cosa!"

(Pietro Dellova, in SCARPE DA DONNA, 2010)


MATIZES e MOVIMENTOS

Nos céus e nos mares da alma
misturas de mundos, matizes
movimentos, marés, melodias
fulgurações, cintilâncias
medos e emoções, harmonias...
Nos intervalos, nas notas, nas teclas
nas asas, pausas, aberturas
nos sonhos e acordes, balanços
prazeres, traços e ternuras
afinações e flores, fantasias...
Nos desejos, riscos e rastros
alizarin, lilases, violetas
espaços e tempos, loucuras
gôzos azuis e róseos, alegrias
nos vaivéns e viagens, nos ventos
na brevidade das borboletas...

(ANA LUISA KAMINSKI)


Matices y Movimientos

En los cielos y mares del alma
mundos entrelazados, matices
movimientos, mareas, melodías
fulgurantes, centelleantes
miedos y armonías...
En los intervalos, notas o teclas
En las alas, pausas, aberturas
En los sueños y acordes,
placeres balanceados
trazos y ternuras
flores perfectas, fantasías...
En los deseos, surcos y rastros
alazanes, lilas, violetas
Espacios y tiempos, locuras
gozos azules y rosas, alegrías
En los vaivenes y viajes, en los vientos
en la fugacidad de las mariposas...

(Tradução de IVÁN QUEDAZA)


AMAR COM ARTE

Coragem existe nos corações capazes de confiar, de amar, se entregar, fulgurar, perdoar, se arriscar e ver (sempre) o melhor nos seres amados!!!

A partir da prática do perdão e do cultivo constante da doçura, do respeito e da gratidão, é possível amar com arte e coragem. Amando com coragem, constância e delicadeza, existe lugar para alegria e luz na alma!!!

Amar com arte e coragem abre os portais da sensibilidade e liberta as asas da criatividade no ser.

(Ana Luisa Kaminski, primavera/2010)

20 comentários:

Luciana Marinho disse...

ana ana vasta ana...
que iluminação mais bela, quantas cores e ângulos em harmonia com as palavras, belas também! tudo a revelar o íntimo.

bom dia!!

beijinho.

livia soares disse...

Querida Ana Luísa,
obrigada por me lembrar:
a primeira virtude é a coragem...
sem ela, de que adiantam as outras?
Isto foi um santo quem disse, na Idade Média, há-de ter sido no século XII, para ficar melhor ainda.
Não me lembro quem foi, mas o velho Rosa sabia...
Grata por seu olhar generoso e as notas de estímulo. A gente se encontra.
Ah, sim, o blog está mais bonito ainda, depois das suas andanças por Itália e França. Já disse e repito: que bom que voltou!
Um abraço.

Julie disse...

LIndos!!!!!

Iván Quezada disse...

Matices y Movimientos

En los cielos y mares del alma
mundos entrelazados, matices
movimientos, mareas, melodías
fulgurantes, centelleantes
miedos y armonías...
En los intervalos, notas o teclas
En las alas, pausas, aberturas
En los sueños y acordes,
placeres balanceados
trazos y ternuras
flores perfectas, fantasías...
En los deseos, surcos y rastros
alazanes, lilas, violetas
Espacios y tiempos, locuras
gozos azules y rosas, alegrías
En los vaivenes y viajes, en los vientos
en la fugacidad de las mariposas...

Fabrício Brandão disse...

Primavera que assinala promessas em nossos corações!

Beijos!

Analuka disse...

Amigos e amigas , queridos e queridas! Agradeço pela visita, pelas palavras delicadas, carinhosas. Lu, tua presença sempre tão doce e luminosa! Lívia, com seus comentários inspirados, e sua ternura e suavidade. Julie e Fabrício, que gentilmente deixaram suas pétalas e pegadas por aqui. Iván, caro amigo amante das letras, que me presenteia com a tradução, uma agradável surpresa! A todos, meu agradecimento e afeição. Beijos alados, e muito amor e luz para nossos caminhos e corações!

Sônia Brandão disse...

Ana, obrigada pela visita ao meu blog. Gostei muito de conhecer os seus, ver a beleza dos seus trabalhos.

Bjs

Anna Bahena. disse...

"en los vientos
en la fugacidad de las mariposas..."
uy, gracias a ivan por tan hermosa traducción.

Anna, en esos sueños de primavera es donde nos encontramos al viento y los colores, las formas y los corazones...

Preciosas lilas...

Un abrazo.

Analuka disse...

Queridas Sonia e Anna, agradeço também pelas visitas e palavras! Que os ventos, movimentos matizes primaveris nos tragam novas cores, energias e alegrias à alma!!! Beijos pintados, alados e floridos.

M.PAUMARCH disse...

Anna, per fi!, he pogut entrar al teu bloc. Des del meu no m'és possible.
M'he passejat amb plaer per aquests camins teus de sensibilitat. Tens una ànima brillant!

Um abraço des de Catalunya.

Salvador.

Analuka disse...

Brilhar como as estrelas...
Sonhar quantos sonhos for necessário...
Sorrir sempre que tiver vontade...
Dar uma palavra amiga...
Acarinhar uma criança desprotegida...
Viver de braços abertos para abraçar quem precisar...
Correr livre como se não tivesse pernas...
Buscar nas coisas pequenas a grandiosidade da vida...
Buscar dentro de cada coração a força para lutar sem guerra...
Voar como uma águia ao encontro de um objetivo...
Ter a coragem como escudo para as dificuldades...
A Fé como defesa das injustiças...
Construir em si o melhor para doar aos que necessitam...
Melhorar sempre, combater os defeitos adquiridos...
E ter a certeza que jamais se está só...
Temos sempre um amigo a nos espreitar,
a nos amparar e nos dar conselhos...
Mesmo que estes não sejam ouvidos por nós...
Tem sempre alguém que acredita em nós e em nossa capacidade...
Avante para esta odisséia que é a vida!!!

(MIGUEL COSTA)

Analuka disse...

"É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela dançarina."

(Nietzsche)

Be Lins disse...

Ana,
quero agradecer bastante a delicadeza da sua visita e palavras.
Sinto-me honrada por elas.
Admito muito a sua arte e tive uma surpresa em saber que gostas do blog. Seja sempre bem vinda.

Muita luz para você e seus amados nas festas de Natal!

Beijo.

Be Lins disse...

admiro*

Juan Bautista Morán disse...

Creo entender los poemas como si una niebla los disipara y esas fotos que convierten la naturaleza en una realidad viva y a la vez onírica.

Un fuerte abrazo

Ribeiro Halves disse...

Do teu poema "Matices y Movimientos"... pessoas são paisagens !!!

Sensibilidade em tuas palavras, poeta... parabéns. Lindas palavras.

Analuka disse...

"Que a força da Arte nos liberte e enalteça!
Que o amor propague o amor, e seja fecundo."

(Staëll Di Lukka)


Agradeço, de coração, por todos os comentários carinhosos, caros amigos e amigas!

Abraços alados e muita luz, amor e arte para nossas vidas.

Luísa Silveira Graebin disse...

amei as fotos da Redenção, de uma beleza e delicadeza única. Em consonância perfeita com o texto...

Natty disse...

Cada vez que entro no seu blog, me sinto peremptoriamente apaixonada cada vez mais pela obra de arte.

Besos halados

Ministério da saúde disse...

Evitar a proliferação da dengue depende de cada um de nós. Além de cuidar da sua casa, falar com seus vizinhos, manter contato com sua prefeitura sobre focos da doença, você pode utilizar esse espaço para conscientização.

Seja parceiro do Ministério da Saúde na mobilização contra o mosquito da Dengue. Divulgue em seu blog nosso material. Entre em contato com comunicacao@saude.gov.br e solicite o selo, participe da campanha.

Saiba mais: http://bit.ly/bMMVKT