Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

29 de abr de 2012

Letras e hiâncias...

Entre uma letra e outra, algo se desfez, para que outra coisa se pudesse inventar... e, de invenção em invenção, de desvão em desvão, algo se partiu, parindo novas possibilidades, a partir das hiâncias... (Ana Luisa Kaminski, outono/2012)

3 comentários:

Sérgio Luyz Rocha disse...

É assim que nos vamos vivendo e vencendo. Batalhas diárias, muitas, talvez a maioria, íntimas.
Palavras sentidas que mostram uma mulher inteira.
Beijos, minha amiga...

Luciana Marinho disse...

as batalhas maiores são as íntimas... isso é libertador e acolhedor porque a chave estará sempre conosco.

aqui é sempre um espaço de muita luz.

beijos, querida!

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e a paz de Jesus.