Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

7 de out de 2008

tons e semitons de outubro


A cada dia compomos
compassos de nossas vidas
abrimos caminhos e curvas
vibramos e ressoamos
com dores e alegrias
pintamos almas e notas
com sonhos ou sinfonias...
A cada volta ou encontro
em tons e semitons, matizes
viajamos ao fundo do abismo
tocamos estrelas, raízes
sentimos, inventamos sentidos
entre sonoridade e silêncio
tecemos rendas e fuzas
claves de sol e colcheias
entre andantes ou chuvas!

(ANA LUISA KAMINSKI)
...............

PATCHWORK #1


imersa em cena de Dali
bebendo chispas/raios mel
dos olhos teus
lágrimas caindo no rio
pentagrama
compasso de folhas
acordes de pássaros
e voz navalha
de Tetê Espíndola

(BÁRBARA LIA)
..............

23 comentários:

Aline Christal disse...

Ana Luisa, acredito que as notas de nossas vidas são compostas assim que nascemos, mas a cada dia tocamos de forma diferente e as melodias acabam tendo diversos sentidos diários.

Moça de muitas faces, pintando, tocando piano....lindo!!!

Bjão.

Anônimo disse...

Ana!

Como estou contente por te ver mergulhada no oceano de sons silêncios e cores.

Lindos seus escritos.

Ana reflita seus sonhos nos sons, nas cores e no calar das notas.Para que assim brilhando o laranja o amarelo, o azul, o violeta possa reluzir ....

Matizes, seus pensamento, são como luz sobre o cristal, emanando a iluminação sagrada que extingue a escuridão em sua treva.

Ana, que a inspiração esteja no nosso ar para sempre, transformando pensamentos afinados em um só, transmutando e caindo como uma chuva torrencial de idéias luzidias pacificas...

Abraços Outono

Luciana Marinho disse...

de muita vida o ser vertical, que toca estrelas e raízes.

beijos!

ps. você está uma linda luz na fotografia :)

Assis de Mello disse...

Oi Analuka, Dama do Sótão Azul !!!

o que que é isso ??!!:

tecemos rendas e fuzas
claves de sol e colcheias
entre andantes ou chuvas!

Linda imagem de uma abençoada inspiração !!!

Amo este sótão !!!!

Um beijoooo,
Chico

célia musilli disse...

Te desejo uma vida cheia de notas, tons e semitons como as nuances com que vc nos brinda por aqui..Um beijo.

adelaide amorim disse...

Então você faz música também? Uma artista completa - que maravilha!
Beijos e muito sucesso, Ana.

Bárbara Lia disse...

oi ana, pode ficar à vontade para publicar aquela poesia... vou te contar: estou aprendendo a tocar teclado, para compor minhas próprias melodias, musicar meus poemas... bjs

João Renato disse...

Suas mãos são bonitas.
JR.

Maria disse...

belos acordes e belos retalhos por aqui !!!!!! sempre !!!

Liah in Casulo disse...

...Uma fada no compasso de notas musicais que inspira o desejo de mergulhar num a(mar) de mistérios indeléveis e azuis.

Celebro-te, Analuka!!

Angelus// The Phantom Of The Opera disse...

gostei da poesia de das imagens, vou voltar mais veses para ler e ver mais!!

dark kisses M. Angélus

Leila Andrade disse...

Ana Luka, é o tecido infinito da vida em teus versos, em nossas mãos diariamente.
Bjo, querida.

Fabrício Brandão disse...

Querida amiga e poeta azul,

Nossa vida, penso, é mais do que uma obra aberta. Ela é, na verdade, esse rearranjo onde nossas composições se rendem às melodias da alma. Seus versos e os de Bárbara Lia reafirmam isso.

Beijos suaves, poéticos e melódicos!

Carolzita! disse...

adorei te ler!!

enten katsudatsu disse...

Sol Solaris Solar

Bárbara Lia e Ana Kaminski=

Almas elevadas numa sintonia musical.

Beijo. Muita luz.

Cássio Amaral.

livia soares disse...

Querida Ana,

belo poema. Gostei de ver que ultimamente vc também escreve; já é possível encontrar aqui, além de belos quadros, as suas tocantes palavras.
Grata pelas suas visitas ao meu blog, é muito emocionante quando vc vai lá. A sua delicadeza é sempre um presente para mim.

Um abraço.

Anônimo disse...

Moça,
com muita alegria vi vc
e fui tocada peloas sensações e emoções que vc traduz em cor, som e luz...
Cometi a ousadia de postar
uma bela tela sua em meu mundo,
espero que não se importe...
Beijos ilumiandos...
Wicca
http://vivi-dick.spaces.live.com

livia soares disse...

Está demorando a postar.
Já estou ficando com saudades.
Um abraço.

Cáh Morandi disse...

lindo :)

O Profeta disse...

A Lua sangra no celeste
Aprisionada está a razão
Olhos sem a virtude da luz
Uma fria pedra no coração

Um banco de jardim
É leito do rei da sarjeta
Almofada de encardido cartão
Acomoda esta carcaça inquieta


Convido-te a conhecer um Rei mendigo


Mágico beijo

Luciana Marinho disse...

... que sensação boa voltar aqui.
é como se eu estivesse voltando à minha casa.

salve âncoras e asas!

beijos
=)

Isaac Gruthier disse...

Gracias por tu comentarios Ana Luisa,
sobre la obra que presento en mi blog es de un artista Oaxaqueño que se llama Álvaro Santiago. Es parte de una escuela amplia oaxaqueña, liderada por Francisco Toledo.

Espero tus visitas...
besos y abrazos
tu amigo,
isaac

Hercília Fernandes disse...

Belíssimas orquestrações ao piano, Ana Luisa. Muito apreciei!

Parabéns por tão belos poemas.

Abraços,
H.F.