Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

28 de mai de 2009

Arte Azul

Hoje trago para este espaço algumas pinturas de artistas cuja obra aprecio.
Espero que os visitantes de ÂNKORAS & ASAS também se deleitem com a dança de matizes.


ARTE AZUL de MADALENA LOBÃO TELLO (Chile)
"Eva Eterna". Pintura de Madalena Lobão Tello

"Vai, minha deliciosa tempestade, trabalha e tece, enquanto a semana tece em ti os seus dias, tentáculos de luxo e promessas, sob a fina urdidura de tuas vestes - minha potestade, meu álibi para almejar o que há de mais belo, meu fauno de mármore, minha vitória alada, meu oráculo anunciador de maravilhas, dize então a quem devo indagar quando voltas - aos deuses enfastiados em seus pedestais ou àquela estrada que se abre à nossa frente? Pois já não tenho o poder de inventar saudades, já não existem os dias sem ti (todos eles - imaginados ou vividos - nos pertencem), sóis e luas te levam e te trazem a salvo, sempre a salvo, meu amor, para que estejas em casa, quando o telefone tocar."
(LIVIA SOARES)
..............................................

ARTE AZUL de ERNA ANTUNES (Brasil)

"Cigana". Pintura de Erna Antunes

"Lanço-me assim como o vôo dos anjos e, suspensa nos ares das nuvens, minhas asas se fortalecem. Anteno-me como os astronautas. Tenho sede de ir mais alto, aos arredores da lua e de suas vilas abrigadas em crateras, pois, em sua brandura lunar, não se derreterá a cola com que grudei minhas asas aos braços. Pernoito hotéis estelares para o cansaço das horas, me desfaço das penas e molho de chuva meus sonhos de ave. Durmo, sobre um pálio azul e meu corpo é puro devaneio de céu. Meus encantos sutis de fêmea e ave, agora planam num sonho voador nas cercanias do teu mundo tão longe e perto de mim. Sou mulher para a busca do meu amor de lonjuras. Pouso à tua porta para que me abra a luz da tua casa, do teu quarto, da tua cama... Meu voo não tem hora, nem passagem, nem permissões de tráfico celeste e, assim fico ao calor que me aquece perto das tuas mãos que me passeiam. Fico horas assim, no proveito amoroso das tuas ousadias, esquecida do tempo, esquecida da minha metamorfose de ave."
(GENNY XAVIER)
...........................

ARTE AZUL de STAËLL DI LUKKA (Brasil)

"Sereia". Pintura de Staëll Di Lukka

"Depois, o azul transformou-se em verbo e me deparei ao acaso com o texto magnífico do poeta Nuno Júdice que criou a “receita” da cor: "Se quiseres fazer azul, pega num pedaço de céu e mete-o numa panela grande, que possas levar ao lume do horizonte; depois mexe o azul com um resto de vermelho da madrugada, até que ele se desfaça; despeja tudo numa bacia bem limpa, para que nada reste das impurezas da tarde. Por fim, peneira um resto de ouro da areia do meio-dia, até que a cor pegue ao fundo de metal. Se quiseres, para que as cores não se desprendam com o tempo, deita no líquido um caroço de pêssego queimado. Vê-lo-ás desfazer-se, sem deixar sinais de que alguma vez ali o puseste; e nem o negro da cinza deixará um resto de ocre na superfície dourada. Podes, então, levantar a cor até à altura dos olhos, e compará-la com o azul autêntico. Ambas as cores te parecerão semelhantes, sem que possas distinguir entre uma e outra." (CÉLIA MUSILLI)

(CÉLIA MUSILLI)
.....................

ARTE AZUL DE JOSÉ VENTURA (El Salvador, Canadá)

"Cellist". Pintura de José Ventura

"Amo-te em azul. beijei-te em azul claro
quando claros eram os lábios.
um azul forte correu nos meus ombros
quando os teus ombros foram mais fortes que os meus.

doce e suave era o azul que amei no teu corpo
quando o meu corpo começou a entardecer.
em azuis quase verdes desmaiei os meus olhos
quando os teus me devolveram um azul quase cinza."

(ISABEL MENDES PEREIRA)
.............................

ARTE AZUL DE ANDRUCHAK (Brasil)

"Gatos". Pintura de Andruchak
Ciranda

Todo gato é um enigma
Todo olhar é um oceano
Toda traça come letra
Toda letra entorta ou plana

Todo céu tem um cometa
Todo mar tem um navio
Todo rio tem uma curva
Toda curva um desvario

Toda noite tem estrela
Todo sol tem meio-dia
Todo corpo tem a pele
Toda fêmea tem um cio

Toda mente tem lembrança
Todo beijo língua e gosto
Toda veia tem um pulso
Toda água tem um poço

(CÉLIA MUSILLI)
....................

ARTE AZUL de CRISTIANE CAMPOS (Brasil)

"Inverno". Pintura de Cristiane Campos

Mundos Invisíveis
Há sempre alguém que não vemos nos doando flores. Este pensamento trouxe o infinito para o peito dela e um deixar-se ali onde o humano cresce livre da morte do silêncio. Da morte da partilha. Da morte da solidão. Ela aninha-se na palma da mão da humanidade. O sagrado move-se em suas artérias como nos olhos dos apartados, dos feridos, dos sem céu. Ela aninha-se na respiração profunda das árvores. Caminha junto ao martírio dos cravos. Atravessa os inquebrantáveis em suas verdades. Atravessa os tolerantes entre iguais. Atravessa os catalogadores de seres. Descansa onde o bico do pássaro recolhe a seiva. E flore.
(LUCIANA MARINHO)
...............................

ARTE AZUL de THIAGO REGINALDO (Brasil)

Detalhe de "Ninfa Aquática".

......................

ARTE AZUL de ANA KAMINSKI
Detalhe da pintura "Meditação Azul" de Ana Luisa Kaminski

FOLHAS VERDES

caminho feito de somas
restos deixados
temperamento do tipo tardio

no final
sempre folhas verdes
e novas

(LEILA LOPES)

25 comentários:

Catalepsia disse...

Querida!!!

Estou fascinada, lindas imagens!!

A pintura da Cigana, que linda!!!
Acho que nosso vocábulo, todas as letras, são insuficientes para expressar o que senti!!

=]

Obrigada,
Ver estas lindas obras, nos faz sentir tanta paz...

Ósculos!!

Bel disse...

Muchas gracias por todas estas muestras que nos traes. Una maravilla.
Un abrazo.

Lara disse...

Parabéns pela sua compilação bela de imagens e palavras, linda Elfo Azul Luisa!

Beijos no coração e obrigada pela homenagem.

adelaide amorim disse...

Belo post sobre o poder dos azuis, querida Analuka. Impossível conhecer todos os artistas que nos cercam neste mundo, onde nem tudo estará perdido enquanto existirem pessoas assim. Um beijo e um ótimo fim de semana.

Thiago disse...

Adorei os quadros e fiquei contente por ter postado uma obra de minha autoria.
Bjos de matiz azul

célia musilli disse...

Ana querida, vc fez uma linda homenagem a todos os nossos azuis... Um grande beijo!!Saudades...

PATRICKÍSSIMO disse...

E eu vou e amo o azul, o púrpura e o amarelo
E entre o meu ir e o do sol, um aro, um elo.

Belíssimas postagens. Pinturas que expressam o espírito!

Estive por aqui.

Paulo - Intemporal disse...

a.m.e.y.

sublime e bel.íssimo.

e saio sempre de coração tanto.

de terno e quieto.

ao sabor da contemplação.

íssimo beijo meu
________________.

Luciana Marinho disse...

que belíssimo espetáculo de águas azuis, azuis. fluidez pura. obrigada, analuz! fico feliz de fazer parte de teus acolhimentos. abraço grandão!

Leila Andrade disse...

Querida,
fico feliz por estar aqui cercada de tons azulados e outras tantas cores,palavras. Amei!
Beijos

JuanBM disse...

Estimada Analuka,
es preciosa esta selección de obras. Todas inspiran y dicen. El azul me parece el color de la libertad y el matiz de la pasión hecha luz.

Un abrazo

Cristiane Campos disse...

Luiza, fiquei encantada com o blog, com os artistas e com os poetas, já deixei outras mensagens que não apareceram, veremos se esta fica aqui registrada, achei fascinante a aura de beleza e energia que esta aqui impresso em meio aos belíssimos poemas e as pinturas maravilhosas, meus parabéns a todos, e muito obrigada por me permitir fazer parte desta bela mostra, um beijo

Mephisto, ein Teufel mit einen Zauberflöte disse...

Olá minha linda, alço novamente vôo, e aqui venho deixar um pouco de meu pólen, renovado, buscando novas paixões, emoções, sentidos e sons, amei sua seleção, gostei especialmente de La locca, tocante e pungente, das suas obras nem preciso comentar a admiração, sinto-me feliz de tê-la novamente em meu refúgio e saiba que não medirei esforços para estar aqui presente.

Beijos alados!

Márcio Kindermann disse...

Que bom que passei por aqui!
Se me permitires te linquei prá voltar outras vezes.
sorte

Paulo - Intemporal disse...

querida Amiga!

venho deixar um beijo e o desejo de um bom fim de semana!

grato pelo seu email.

em breve publicarei.

:)

Mar Arável disse...

Agradeço a exposição

deste bela galeria

Apareça no meu mar

Maria disse...

Nossaaaa...que presente vir aqui e poder mergulhar...nas pinturas, nas palavras, nas cores...tanta vida..tanto mar..

ana p roque disse...

TAO

Nasceu do umbigo Brahma certa flor
na qual sentou-se cético um Shaman.
O mundo abriu-se em festival de cor
e um novo sol brilhou envolto em elan.

Na paz do ZEN encontram-se os opostos
o mal e o bem, já sem quaisquer sentidos,
não sabem mais da face dos dois rostos
porque no TAO transcendem-se reunidos.

Tal como um TAO, linguagem na poesia,
teu verso-lótus flui, assim, perfeito,
cantando a noite e encantando o dia.

Em sombra e em luz — montanha — eis o norte
e o sul do rio, confundindo em leito,
sim e não, tudo e nada, vida e morte!


Magda Regina Lugon Arantes
Do livro: "Saciedade dos Poetas Vivos - vol. VII", Ed. Blocos, 1995, RJ

Parabéns ,belas obras e textos.
Fascinante.

abraços alados azuis
aPr

Linda Graal disse...

tinhas razão, querida...estava devendo esta visita. como está belo teu sítio...quantas imagens lindas fabrincando nova presença!!!
multiplicidade de textos...tudo de muito bom gosto e talento. sucesso a todos e um beijo especial pra ti, delicada alma! ;)

Vieira Calado disse...

O azul é a minha cor preferida.

Beijinhos

Tinta Azul disse...

Se é azul...eu gosto!
Não fosse dessa cor a minha tinta.
BJS

Fabricante de Sonhos disse...

Nossa!

Telas lindas, textos lindos...

Uma dose de arte para começar bem a semana!

Tenha vc tb uma semana iluminada!

Beijo meu...

Fabricante...

Luciana Marinho disse...

...e esse outono de cristiane é muito lindo!

beijo!

Dina disse...

Olá

O JP e as pessoas com deficiência e necessidades especiais precisam de ser ouvidas.

AJUDA A FAZER A DIFERENÇA

assina a petição e passa ao teus contactos.

Obrigada

Petição Ajudem a ter o que temos direito- Uma cadeira para deficiente de 4 anos http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N85

Yuri Assis disse...

tão lindas tais simbologias. parecem cartas de tarô. dá pra perceber a tensão por detrás, todo o ensaio.
beijo!