Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

10 de mai de 2010

Véus, avessos, versões...




In-conclusão

Vou desenhando meus dias e noites
sobre o avesso ou direito da tela
compondo com cinzas e cintilâncias
fazendo da vida, tão ligeira e bela,
caminho com encruzos matizados
história de afetos entrançados
mapas e diagramas de errâncias
reflexos, reflexões e ressonâncias
da alma que transita pelo cosmos
te encontrando em letras e hiâncias!...


POEMA DEDICADO À STAËLL DI LUKKA
IMAGEM E TEXTO DE ANA LUISA KAMINSKI
(detalhe do quadro ELFO AZUL)

8 comentários:

Mar Arável disse...

Tudo muito belo

e se me permite

a começar pelos seus olhos

Bj

. fina flor . disse...

adorei a foto, querida.

acompanhou bem os versos ;-)

beijocas

MM.

Marcela Juliana disse...

Ana,

Muito lindas tuas telas e emocionante seus versos.

Feliz toda vez que vejo a arte resplandecer e sobreviver ao caos descolorido e dolorido do mundo.

Muitos beijos, amiga!

Marcela

M.PAUMARCH disse...

Analuka, has desaparegut de la meva òrbita, t'havia perdut el rastre.
Estàs bé?

Una abraçada.
Salvador.

Luciana Marinho disse...

Analuz, o Máquina Lírica foi um dos blogs a receber o Selo Prêmio Dardos. Deixei a minha contribuição: a dificílima seleção de 15 blogs da lista de meus 42 preferidos. O Ânkoras & Asas foi um de meus escolhidos! Fica aqui a minha admiração por tua sensibilidade verbo-visual. Confira o prêmio no Máquina Lírica.

Um abraço, querida!

. disse...

Querida Analuka,

muitíssimo obrigada pela gentileza nas palavras! É um prazer receber tua visita e teu belo e sensível comentário. Contenta-me imenso encontrar mais um jardim de poesia e pintura para admirar. Lindo poema, cada palavra revela uma pincelada multicolorida de vida.

Beijinhos,
Ane

Neila Bianchin disse...

Teu poema tem o som da música que ouço.Nessa hora queria ser poeta pra traduzir em palavras sentimentos. Beijo

Bruma Artio disse...

Perfeita conexão entre a imagem e as palavras.
Amei.
Um suave bater de asas.