Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

15 de dez de 2006

convergências



Mágicos pontos de confluência em que almas-aladas-amantes se encontram e bailam, cintilantes, no cosmos, além dos limites do espaço-tempo, em fulgurante e suntuosa comunhão!...

Belos são os fios invisíveis do afeto, eternizados em ternura!...

Lindo viver, nestes momentos de rara afinação, suave sintonia e loucura!...

Líriko prazer, nos instantes de pouso (ou vôos?): pontos de convergência entre diversidade, energia e doçura!...

3 comentários:

Cássio Amaral disse...

Cara,
tô adorando a aplicada que Ana Peluso me deu.
Sua obra é muito bacana e show.
Beijo.

célia musilli disse...

encontar vc hoje foi um achado...num dia quase perdido..rs um grande beijo

Leila Lopes disse...

Doçura, mel das flores.
Seríamos pouca coisa sem isso.
Beijo.