Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

6 de ago de 2007

Véus, vôos e avessos



Quando amo plenamente
abro os portais da alma
sem medo de me lançar
ao alizarim, ao azul
arrisco a entrega inteira
sem temer vôos ou quedas
vislumbro o céu e o avesso
nos olhos descortinados
vejo verdes, lilases, anis
cor-de-noite, terra, gris
janelas abertas, paraísos...
Coração leve, apaixonado
livre dos véus da ilusão
avança no vazio violeta
inventa novos jardins
revive entre nuvens e luzes
ultrapassa limites, cintila
num trânsito eterno-etéreo...

*Imagem: "Borboleta Azul"
Pintura de Ana Luisa Kaminski

35 comentários:

Alexandre disse...

muito lindo..
beijo..

MOVIMENTO ARTISTICO OS GLOBALISTAS disse...

adorei suas pinturas e poemas são de uma beleza imparavel..parabens amiga..

bjs

Leila Lopes disse...

O movimento do amor é etéreo e belo.
Por entre véus, a mente não mais se ressente dos vôos.
Boa semana!!
Beijos.

Fabrício Brandão disse...

Tudo se transforma. Apenas o amor é capaz de sair de um lugar e manter sua perenidade habitando outra existência que o permita.

Beijos, querida!

Arquimimo Novaes disse...

Terno, bem construído. Belas imagens lemos, depois da também bela imagem que o pincel nos proporcionou.

Parabéns!

Lau Siqueira disse...

passear pelas tuas palavras e pela tua capacidade de trazer para artes plásticas uma relação transpoética, me encanta.
um beijo!
Lau

Lady Vania de Tróia disse...

Analuka...Analuz,Anacor...Ana das magias.

adoro viajar nesse jardim encantado,de cor,luz e belas palavras...Vc me faz alada no meio de uma beleza ímpar.

Parabéns,querida!!!

cássio amaral disse...

faísca fagulha faceta
pintura pintada pinta
palavra placebo passante

casamento muito bom da sua poesia com sua pintura.

beijo e abraço.

cão.
p.s. eu sou o cão que uiva no absurdo...

verabasile disse...

Ana!!!
Que linda pintura!!!O poema então...maravilhoso!
O amor sem ilusão nos faz viajar entre formas e cores...
bjs

F. Reoli disse...

A paixão é azul por aqui...
Beijos

Héber Sales disse...

quando amo plenamente,
sinto a vertigem do vôo
de quem sobe aos céus
escoltado por infernais.

beijos, damazul.

Luciana Marinho disse...

talvez pela sobreposição de imagens; pela representação onírica de elementos da natureza que remetem à água, ao ar, à terra, ao fogo, às forças essenciais; por nos sugerir que devemos olhar para o mundo e para o Outro com mais cuidado, louvando o mistério de sermos tantos mundos, alguns inacessíveis. por tudo isso, respiro ar puro quando passo por aqui. dou a mão à sutileza de ana. analuz.

beijos!

Yuri Assis disse...

amar é lançar-se mares além, sem medo do naufrágio e dos abismos: o importante é navegar.

bjos!

Eliana de Faro Valença disse...

Amor...cores e borboleta
inspiração maravilhosa minha
querida Ana Poeta das pinceladas
mágicas....minha alma cintila a
alegria de ler teus belos versos...
Parabéns minha querida amiga
teus poema estão lindoooooosss!!!!

Beijos canto-encanto de passarinho

adelaide amorim disse...

Ana querida, não conheço o professor Raul de quem você fala, mas gostaria de conhecer. Acho que vou gostar do que ele escreve.
Muita beleza por aqui!
Beijo pra você.

Analuka disse...

Voando, descobrimos os portais para os paraísos e abismos de si e do outro...

andarilho - um louco errante disse...

Borboletei por aqui e peguei um cado bom de pólen. Vim pleno, daqui saiu transbordante. Caminhei avulso, saio daqui etéreo, cristal imerso em banho de cereja. Contente, feliz.

Lu Anna disse...

Que versos cheios de paixão. Flutuantes de harmonia, entre as cores e as nuvens que nos lançam no étereo do amor

beijos

Moacy Cirne disse...

Gostei do que vi, gostei do que li. Essa é a primeira vez que aqui apareço. Espero voltar. Posso publicar uma de suas pinturas no Balaio Porreta? Com os devidos créditos, naturalmente.

célia musilli disse...

Lindos seus amores alados.. e a tela é maravilhosa, adoro este fundo de orquídeas..Um grande beijo

Lunna disse...

E os tons enchem nossos olhos com essa luz incrível que você aproxima de nós com toda a sutileza possível.
É um misto de sensações que você me permite.
Abraços e bom fim de semana querida.

Maria disse...

Que lindo, lindo, lindo !!! É muito bom vir pousar aqui, sempre !!! Grande beijo

Mônica Montone disse...

A vida só vale a pena se for assim, afinal.......

beijos, bela e bom fim de semana

MM.

carlos bruni disse...

A leitura de seus poemas é um descanso para o espírito. Continue assim.

Elza disse...

Olá!!
Estou passando por aqui para dar meus parabéns
pela sua indicação, ao prêmio blog 5 estrelas!
Seu blog é muito original, parabéns 2x!
rsrs..
boa semana.
=]

Elson Teixeira Cardoso disse...

Palavras que flutuam como plumas!

Analuka disse...

Palavras-pólen de Elson T. CArdoso recebidas por e-mail: "Visitei o campo de estrelas que cultiva e encontrei um caleidoscópio
verbal-imagético, um mosaico de beleza intensa. Concluí que é a síntese de
sua alma."

Obrigada, Elson! E aproveito para agradecer a todos que pousaram por aqui e deixaram suas delicadas marcas, pegadas,pétalas da alma...

Sérgio Luyz Rocha disse...

Chego através do blog de Vera Basile a quem recentemente encontrei pelas vielas virtuais...que bom...encontrei mais um anjo de traço e letra...

CH disse...

Minha cara Ana Luísa;
Antes de tudo, peço desculpas pela demora em vir.
Estar aqui e contemplar, além de belas poesias, Arte sincera e em movimento [suas imagens sinuosas e etéreas encantam verdadeiramente, pois parecem ter vida], é para mim motivo de satisfação.
Grato, por oportuno, por todas as suas visitas, sempre feitas com peculiar elegância.
Abraços do
Carlos

rogerio santos disse...

Analuka,
Muito obrigado por ter visitado meu blog e pelo gentil comentário.
O melhor de tudo foi ter descortinado seu maravilhoso cais !
Parabéns pelo bom gosto, vou virar frequentador.


Os textos são todos teus ?

Um beijo carinhoso
Rogerio Santos

Luiz Carlos Rufo disse...

Sabedora de suas funções e de sua luz, a casca reluziu.
Que bom que apareceu ao tornar-se visível assim como, de súbito, ser imaginário do sexo feminino em profecia feita pelos pressagiados e sacerdotes, a partir do canto e vôo das aves que você insiste em aprisionar em tintas. Quero ser bem-vindo do que há porvindouro. Gasta seu tempo e tece metodicamente, a meu favor, manipulando agulhas e atrapalhando os fios. Como é bonito seu crochê.

Dai disse...

muito bonitos os seus azuis!

Yuri Assis disse...

vim aqui, impregnado de tempo e mar, pra te convidar a passar em meu blog e conferir minha primeira dama.

bjos!

Lívia disse...

Lívia

Que lindo Aninha... É apaixonante... Sedutor...Hipnotizante... Sem palavras...
Beijos, beijos...

Lis disse...

sublime momento onde ser e obra se
fundem em sentimentos que
nutrem meu tão desconhecido mundo de sensações suaves,leves,felizes.
gratidão,penso que é esse meu sentimento agora.