Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

7 de jul de 2008

movimentos vitais


Movimentos Vitais (Ana Kaminski)

Renovar (olhares e mundos)
reciclar (olhares e laços)
reinventar (olhares e mapas)
necessidades vitais
das almas aladas
vivazes-viajantes...

..................................

POESIA DO REAL (Ana Guimarães)

O impermanente, eternizar
a infinitude, aspirar
sonhar
que a morte nada mais é
do que uma porta giratória
pela qual se vai, continuamente, dar
no mesmo lugar

o que poderia me fazer calar
me faz cantar (digo, escrever)
esse canto, mesmo com espanto
que sai do meu bico
esse mito que invento
pra não desistir
pra não ter que encarar o nada
torno-me alada
e no céu da história
plano

transformo música em letra
traduzo, verto, translitero
pego o real pela cauda
e lhe dou um brilho
de estrela

tomo os excessos que escorrem
– selvagens –
como espuma no corpo
e os faço miragem
oásis em solo deserto

o mesmo real que, parece,
partiu minha vida em metades
minou vontades
desenha uma nova imagem
e faz renascer o que não quer morrer
pra sempre

estranha e súbita conversão
a arte, essa desconhecida
visita a perfumar o calabouço
onde há pouco pensava eu
cortar o pescoço

outro ser nasce diante de mim
ou o descubro, não sei
no final (a operação/batalha é vital)
atravesso o espelho
e ganho a guerra:
de novo a desabrochar
a flor do desejo

aquele muro onde me recostava
no escuro
visitando sepulcros
mesmo prenhe de saudade
– ou et pour cause –
emoldura agora um futuro

instantes dissonantes
corpos mortos, em lajes frias
dobrados, como sinos
em bela sinfonia
pura harmonia

e eu que pensava não saber
(não sei) o que fazer
com aqueles restos
de repente via, ouvia
tudo mudar de lugar e de sentido:
a poesia se fazia

falei em calabouço? A liberdade
seu germe, por paradoxal que seja
lá está: na prisão da verdade
não nas tontas e vaidosas
mentiras prontas

...
*Mais poemas de Ana Guimarães podem ser lidos no site VER O POEMA, veja lista de links na lateral.


........................

Imagem: "KlimtKaminskiano".
Aquarela de Ana Luisa Kaminski.
Releitura de pintura de Klimt.

19 comentários:

Sr do Vale disse...

Que maravilha de releitura.
Renovar

Abraços.

Sérgio Luyz Rocha disse...

...nossa...sensacional!!!
Você conseguiu uma harmonia incrível entre os elementos, além dessa feminilidade transbordante... Irretocável, Ana...

Bjs!!

jalves disse...

Na vida nada se perde
tudo se transforma.

( sempre que desejamos )


Abraço deste lado do mar!


jalves

f@ disse...

Vim do Trama Bacana para ver tuas pinturas... Mto bonito espaço e adorei as pinturas... mas volto para ver tudo... beijinhos das nuvens ...e parabéns pela criatividade e talento ... sensibilidade

Lu Anna disse...

Um movimento suave e de Vida nessa Poesia-Pintura

beijos

Miguel Barroso disse...

renasce na cor o palato educado a ouvir sentimentos! Abraços do EU, SER IMPERFEITO

Leila Lopes disse...

o movimento é mesmo
vital e
constante,
bjo

Andrea disse...

Sem dúvida com a arte imprimir
a digital peculiar
refazer o olhar...


Inovar na cor
mas sem perder o andor...
Ser mescla com o autor..

Fundir-se e reencontrar-se...

Assim se fez K de Klimt & K de Kaminski
se unem neste verso pintado
das mulheres trifásicas...
como todas somos em nossos traçados...

célia musilli disse...

Reinventar é mesmo a palavra mágica que inspira os seres-viajantes.. Bom ter vc de volta aos nossos vôos. beijoss

L. Rafael Nolli disse...

Olá, Ana! Doi poemas lindos encontro aqui hoje. Ambos com suas particularidades, ambos dotados de imagens lindas! Abraços!

Anônimo disse...

Só precisamos de asas, não é mesmo xará?, pois âncoras a vida já nos fornece de sobra! :)
Um prazer e uma honra meu poema estar aqui, no seu blog, fazendo parceria com suas belas criações.
Beijos
Ana Guimarães

Anônimo disse...

Rafael querido, o POESIA DO REAL é de outra Ana, a Guimarães (eu). :)
Beijo grande,
Ana Guimarães

Luiz Alberto Machado disse...

Oi, Analindamiga, cada vez melhor seu espaço. Você viu que eu destaquei você nas minhas páginas?
Beijabrações & tataritaritatá!!!
www.luizalbertomachado.com.br

Tinta Azul disse...

Gostei do KK.
Lindo!

Luciana Marinho disse...

descobri um lindo manoel de barros nessa semana... e vou deixar dois versos do poema para "primaverar" mais ainda teu belo en-canto:

"Na verdade na verdade
Os passarinhos que botavam primavera nas palavras."

bom dia, passarinho anaflores!

=D

Mara* disse...

Estou encantada com o requinte da sua arte, notável artista plástica do sonho e da ilusão. Perfeita maga das palavras. Sou fascinada pelos gênios surrealistas, visionários. Magos das ilusões que brincam com as imagens, fundem e confundem. Aprecio a arte do moscovita Vladimir Kush e do americano Jim Warrem. Adorei estar aqui. Suas asas azuis estarão por lá, fazendo estrelas. Obrigada pela visita e confiança. Abraço você com carinho.

Noslen ed azuos disse...

Bela pintura a sua, e esta está sublime. Suas mulheres passam tranqüilidade e realismo; e cores e borboletas passam o lúdico, belo.

Abração
ns

FINA FLOR disse...

ficou liiiiiiiinda sua referência ao Klimt

beijos, querida

MM.

Liah in Casulo disse...

Minha Fada das belas palavras...

Ler e reler-te, sempre!!

Pintar nossos dias de azul.

Desalinhar o passo em tua ilha.

beijos e jasmins.