Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

5 de jun de 2010

PASSIONE


PASSIONE ou, PORQUE MINHA AMIGA TEM ASAS
(por Pietro Nardella-Dellova)


Encontrei a amiga em uma manhã de sol, brisa suave e muita vida para viver, pois, afinal, não tenho tempo para morrer entre vampiros, asnos e vias públicas. E ela, então, perguntou-me sobre a palavra passione e seu sentido no modo italiano de viver.

Va bene! Não tente traduzir esta palavra em português, seja do Brasil, de Portugal ou de Angola, nem em inglês britânico e, menos ainda, em inglês americano! Em alemão não é possível sequer pensar em passione. Para o hebraico também não se pode traduzir e, por falta de uma palavra, o rei Salomão escreveu um livro todo sobre passione: o Cântico dos Cânticos (Shir HaShirim)! Enfim, não há tradução para passione! Seria preciso viver alguns anos na Itália, da Sicilia aos extremos alpinos. Seria preciso caminhar entre construções de pedra e ouvir pessoas cantando com suas janelas abertas e passar muito tempo em Napoli, em suas vias estreitas, descobrindo como nascem tenores e, quem sabe, beber em Milano com seu encanto feminino e multifacetado. Seria preciso ir a Firenze e descobrir o que é Rinascimento. Ou, simplesmente, ver um filme, talvez, Cinema Paradiso, Il Postino e Il Poeta ou La Vita è Bella!

Passione no modo italiano inclui variados aspectos, do tipo mergulhar de boca na mulher amada, promover o bem integral da mulher amada, fazer com que a mulher amada voe e, diante disto, aplaudi-la com entusiasmo incontido. É voar com a amada sobre os mares e fazer com que ela veja estrelas um montão de vezes até ficar vermelha e lançada sobre os lençóis com os cabelos esguedelhados – colorida e maravilhosa, como pintura feita à mão. Passione é viver um dia com a amada como se fosse a própria eternidade...

É uma experiência única, singular e linda! Não há esta coisa de chorar pelos cantos, beber até morrer, de magoar-se ou de prantear, transformando tudo em música sertaneja, cachaça e churrasco, isto é, em monólogos, rezas sem fim, pedidos a Santo Antonio e programas de auditório, com gritinhos e tudo. Não, de fato não! A experiência da passione é algo superior, capaz de transformar animais em gente, transeuntes em pessoas – é alguma coisa entre o Jardim do Éden e os desertos dos enfrentamentos humanos. É roubar o fogo de Zeus e entregar, doar, experienciar as musas noite adentro – ainda que isto custe o fígado durante o dia. Não é ficar com uma viola órfica na porta dos infernos chorando nostalgias sem fim e cortando-se os pulsos, mas descer aos infernos, fundo e consciente, dar umas boas porradas em Plutão e trazer Eurídice em beijos tresloucados, sonoros e escandalosamente públicos!



Passione não inclui egoísmo, mas, cumplicidade. Não inclui choro, mas risos. Não inclui oitavada desarmônica, mas a música plena e o canto pleno em afinação absoluta de corpos que se completam na delícia humana! É a experiência do diálogo – não da conversa! É um estado de envolvimento intenso que exige o mergulho na última gota de vinho: o mistério das pérolas escondidas no mais profundo deste mar tinto e bravio! Por isso mesmo, no estado de passione não se perde a última gota do vinho, aliás, nem se bebe vinho em duas taças e, poucas vezes, em uma. É experiência do vinho na boca, da boca na boca, da procura da gota do vinho no umbigo, no abdômen, nas faces, no pescoço, nos lábios, do perfume do vinho no seio desnudo – o movimento de vida! Passione é vida!

Passione é a intensidade com solidariedade. Fazer amor, intenso e sem limites, com amizade. O estado de envolvimento, com prazeres sem fim, mas, sempre, de mãos dadas, juntos, voando juntos. Não há previsão de futuro no modo passione – apenas de carpe diem, daquela intensidade presente que não se perde em prognósticos, futurismos, profetismos, rezas. No modo passione não lemos as linhas das mãos da pessoa amada, tentando ver seu dia porvir, apenas, beijamos as mãos, acariciamos as mãos, apertamos as mãos na intensidade plena do encontro dos corpos presentificados. Nas mãos não ficam linhas nem marcas, mas, impressões indeléveis de ternura, encontro e sabores do corpo inteiro!

Em passione ninguém pensa em morrer de dor ou de sofrimento, ou em arrastar correntes por corredores sem fim! Ao contrário, passione é luz, é salvação, é bênção. O momento máximo que dá sentido a uma pessoa, que a resgata da caverna e da mesmice cotidiana, pois é neste momento que é possível ver-se, encontrar-se e plenificar-se na pessoa amada! Na passione tiramos as asas da mala empoeirada e as colocamos de volta nas costas (e nos pés).

Minha amiga ficou em silêncio, trêmula e com os olhos brilhantes. E eu lhe disse: Hai Capito adesso? Então, ela olhou para suas costas e viu suas asas. Minha amiga tem asas!

Ah, minha amiga, passione nos faz voar, por isso não tem esta coisa de sofrimento, dor e choradeira. Depois que aprendemos a voar não tem mais jeito – é preciso voar sempre! Depois que você reencontra suas asas escondidas naquelas malas estranhas dos comportamentos socialmente compatíveis, sai de perto... Pois, elas grudam em suas costas e se tiver alguém por perto que não voa ou com tesouras nas mãos, ui... As asas grudadas às costas empurram idiotas ao chão, pois elas têm um poder próprio, vida própria, por isso mesmo, quando se abrem as asas o melhor é voar junto ou “vixe, fodeu!”, ou seja, cai a casa, cai o muro, cai a máscara, cai o beco, cai tudo e a vaca vai para o brejo! Asas é o que melhor retrata o movimento da passione! Gostou disso, amiga? Então, olhe para suas costas agora...wow!!! você tem asas! Quem se atreve a colocar você na gaiola? Como esconder esta maravilha que aparece no seu andar e no seu dia? Como prender você? Mulher! Encanto! Fogo! Vida! Inteligência! Voe! Abra suas asas, grandes, abertas e vença os olhares idiotizantes de asnos que passam!

E lembre-se, minha amiga, se alguém quiser ter você, na cama ou no sofá, o melhor a fazer é destruir gaiolinhas e aprender a voar...

Sem asas, ou seja, sem passione, as pessoas definham e perdem o canto. Especialmente a maioria dos homens, que têm medo psicanalítico de Freud e não resistem a cinco páginas de suas obras! Passam longe dele e sequer o mencionam, pois para ler Freud é preciso ter asas e senso de humanidade e, sobretudo, é preciso ter senso de si próprio! Voar é viver, mas, não para todos os homens! Todos não viverão nem voarão – apenas alguns. Porque para voar é preciso duas capacidades com habilidades expressivas. A primeira é ter asas! A segunda, é ver as asas de uma mulher e aprender a voar com ela, pois, somente a mulher pode ensinar o vôo a quem tiver asas. Se um homem souber ver asas em uma mulher, e se tiver as suas próprias asas, aprenderá com ela e voará alto e liberto. Mas, se tiver asas e for cego, suas asas serão sua mortalha e passará seus dias escondido entre arbustos edênicos, nomeando bichos, e terminará fazendo culto ao falo. Sim, o culto fálico é a condenação para quem não vôa, nem enxerga o vôo e, ao contrário, prefere se esconder nas cavernas de sua estupidez!

É no desenho feminino, nas asas femininas, na alma feminina e na intensidade feminina, que um homem pode ser homem completamente, com vôo, liberdade e alma! É ali, e apenas ali, que ele descobre o movimento da passione, o tempo, a experiência de voar e a vida na plenitude de uma gota de vinho.
Ecco, amica mia, la passione è così!

(28 de maio, 2010)


© Pietro Nardella-Dellova é Escritor e Poeta. Professor de Direito e Arte Literária em graduação e pós-graduação. Autor dos livros AMO (89), NO PEITO (89), ADSUM (92), FIO DE ARIADNE (org/tex), A PALAVRA COMO CONSTRUÇÃO DO SAGRADO (98), A CRISE SACRIFICIAL DO DIREITO (2001) e, agora, do A MORTE DO POETA NOS PENHASCOS E OUTROS MONÓLOGOS (2009).

TEXTO DE PIETRO NARDELA-DELLOVA
PINTURAS DE ANA LUISA KAMINSKI

36 comentários:

Prof. Nardella Dellova בן עבדיה disse...

Bravo, minha cara amiga! Meu texto ao encontrar suas pinturas ficaram iluminados e multicoloridos!
Vamos às asas e ao mergulho!
Beijos
Pietro Dellova

dade amorim disse...

Passione é uma palavra que se traduz em vida, tem tudo a ver com essa linda produção de imagens que vibram em cores e beleza.

Um beijo!

Fada do Mar Suave disse...

Pérola solta


Sem que eu a esperasse,
Rolou aquela lágrima
No frio e na aridez da minha face.
Rolou devagarinho...,
Até a minha boca abriu caminho.
Sede! o que eu tenho é sede!
Recolhi-a nos lábios e bebi-a.
Como numa parede
Rejuvenesce a flor que a manhã orvalhou,
Na boca me cantou,
Breve como essa lágrima,
Esta breve elegia.

José Régio

Adorável passar pelo seu espaço encantado e encher a alma de alegria.
Fantástico o texto e as telas que amo.
Beijos da Fada do Mar Suave.

Natasha disse...

Que linda harmonia entre o texto e as pinturas....maravilhosas, humanas, intensas e singulares!
Fiquei super feliz com este texto e com estas imagenssss plenas de encantos....
beijos alados

M.PAUMARCH disse...

I tant!, amiga: passione é vida!
Que siguis molt feliç!
M'agrada en especial: "ONÍRICO ORCHIS I".
Um abraço catalâo.

Salvador.

Ulysses Teixeira disse...

Venho aqui para falar do seu trabalho que é encantador e extremamente profissional. Você é, realmente, uma grande artista e é sim, um grande privilégio tê-la como amiga, mesmo que distante.
Continue o excelente trabalho. Quem sabe, mais tarde, numa dessas esquinas da vida, não nos encontramos, entre artes, poesias e taças de vinho? Tim-tim e...um lindo domingo.

Beijo carinhoso...

Lisa Köe disse...

Querida... Magnifico!
Mui Bella, intensa e precisa definição de Passione!
"Passione... traz o perfume do 'Gan Eden'

Ana... nem olhe pra trás
pra ver suas asas.
Elas são imensas, mas leve e suave.
Nos envolvem por inteiro, vão a frente...
nos levando a voar contigo, através
da sua arte, sua obra...
"Passione" nas gotas de tinta que espalhas... orvalho a cobrir as asas que afloram...

*Lisa Köe

beijo azul.alados

lau siqueira disse...

sensual e onírico
o gargalhar das cores
neste silêncio imenso
onde desbravas
significados e mergulhos
que trafegam do raso
da pele ao abismo
da existência.
um beijo amororo!
lau

Laura³ disse...

Tuas Pinturas para Mim são Janelas para teu mundo Encantado..e Sim!Vc Tem Assas!rsrs...É um Elemental à Passeio entre Nós...Descortinando Janelas com "Passione"...rsrs...Maravilhoso o Texto do Pietro..
Bjsss...

Anônimo disse...

Simplesmente espetacular o texto, cria-nos asas longas, verdadeiramente nos transporta para os braços da paixão ! Que encontro de duas almas transbordantes de talento, inteligência e sensibilidade !
Que encanto...vocês são grandes artistas ! Parabéns à ambos !
Sinto-me previlegiada por estar aqui...abraços com admiração !

Carmen GarreZ disse...

Simplesmente espetacular o texto, cria-nos asas longas, verdadeiramente nos transporta para os braços da paixão ! Que encontro de duas almas transbordantes de talento, inteligência e sensibilidade !
Que encanto...vocês são grandes artistas ! Parabéns à ambos !
Sinto-me previlegiada por estar aqui...abraços com admiração !

Neila Bianchin disse...

Uau, e eu que ainda nem tinha pensado nessa palavra tão em moda ultimamente. Preciso descobrir minhas asas e cuidas para que não sejam amarradas. Esse texto tem muito a ver com você por isso combina tanto com tua arte. Beijo

Sol e Mar disse...

Ana Luisa, hard to put into words the beauty and passion of your work...from the music, to the text to your paintings...simply peaceful, warm, colorful and just plain beautiful...best wishes...and keep up the good work...

Chico de Assis disse...

"Depois que apredemos a voar, não tem mais jeito é preciso voar sempre..."

Belo e verdadeiro...
Gosto muito das coisas que você faz e aí surgiu uma bela parceria.
Parabéns!

Lou Albergaria disse...

Mais uma vez escolheu um belíssimo texto para acompanhar sua maravilhosa tela, pois com você ocorre o contrário: os textos é que ilustram suas telas...

Mais uma tela magníficat: adoraria tê-la em meu quarto - essa tela da DAMA ENVOLTA EM ROSAS E SEIOS NUS... Há tempos procuro uma tela para colocar sobre a cabeceira de minha cama e finalmente encontrei.

Depois tentarei entrar em contato para saber se está disponível para venda.

MUITOS BEIJOS!!!!

Da admiradora de sua ARTE E DE SEUS OLHOS... Mas, especialmente,de suas CORES ENCANTADAS...

Anônimo disse...

Asas em uma tarde de domingo.
Asas na alma, enquanto vão
se fazendo na vida.
Grata Alma Alada!

Lis

CANTO DE BOCAIÚVA disse...

Jogo as âncoras no mar e com as asas da minha fantasia e dos meus sonhos, buscando as estrelas, chegarei até você!

Helen disse...

Vou deixar aqui uma frase de Clarice Lispector, que é uma fala sobre o amor, e que deixaram-me nua e estarrecida diante desta verdade: minhas asas que se deixam estar guardadas nas gavetas deste corpo...
"...como ligar-se a um homem senão permitindo que ele a aprisione? como impedir que ele desenvolva sobre seu corpo e sua alma suas quatro paredes? E havia um meio de ter as coisas sem que as coisas a possuíssem?" Perto do coaração selvagem.

Anônimo disse...

Maravilhoso!
Beijo.

Dragonfly.

Analuka disse...

Clarice era muito jovem (embora já brilhante!) quando escreveu este texto... Creio que, mais tarde, a mulher mais madura (e alada) que escreveu "Água Viva", por ex., já sabia que as pessoas (e coisas) que nos possuem sem exigir o preço de cortarmos nossas asas são as que realmente conhecem o significado da palavra amor... (e, porque não, da passione?). Amor inteiro, integral, inclusivo, sagrado, luminoso é aquele que, para amar, não precisa aprisionar... Ao contrário, ao amar, ilumina, liberta e desperta alegria em quem ama! Como se lê no texto postado, pássaros engaiolados muitas vezes deixam de cantar(ou seu canto vira um lamento). Lembremo-nos, ainda, que as prisões muitas vezes são construídas (mesmo quando bem sutis e invisíveis) a partir de inseguranças e medos, sejam os nossos ou de outrem, com a falsa impressão de que podem garantir alguma "segurança"... quando, de fato, a única garantia da preservação da luz, da alegria, da leveza é, exatamente, o exercício e cultivo do amor, da arte, da paixão, no convívio diário, na preservação deste milagre infindo que é despertar o brilho nos olhos amados!!!

andruchak disse...

Querida amiga das artes, como artista plástico admiro seu trabalho. Como professor do Departamento de Artes da Universidade Federal do RN, que forma professores de arte, posso afirmar com toda a segurança que sua pintura tem a luz de sua alma e uma qualidade sem igual.
________________
Andruchak - Artista plástico muralista, Doutor pela ECA-USP, Professor e Vice-Chefe do Departamento de Artes da UFRN.
www.flickr.com/andruchak

goyasoares disse...

Minha amiga Borboleta AMEI tudo!
Belíssimo texto, maravilhoso!
Mantenha suas lindas asas bem abertas, prontas e cheias de passione e voe bem alto amiga!
Bjks.

Mar Arável disse...

O casamento texto imagem

é perfeito

quanto ao amor

é uma conquista permanente

arquimimo disse...

As referências cinematográficas, sobretudo, me dizem muito. As imagens, para variar, belíssimas.

Beijo, querida amiga.

Sash disse...

Encantador encontrar as duas ARTES juntas, entrelaçadas! Nada como um Poeta-Pintor e uma Pintora-Poeta!!
Maravilha! Amei tudo!
beijos

Catalepsia disse...

Admiro tanto suas obras! Seu olho de Shiva que tem a visão do espaço das cores que reluzem em todas as sintonias agradáveis.Suas cores podem curar! principalmente quanto as cores azul celeste, branco e verde!

Percebo em suas obras o valor da mulher, as cores do amor, da transmutação, da paixão, da fé, do instinto maternal, e as formas a arquitetura divina do ser maternal. Da imaculada que move montanhas pois a fé feminina é tão forte que emana feito uma fonte do fogo divino;

Pudesse eu entrar em cada obra sua e analisar e sentir, mas só você minha amiga celeste, só você sabe a imensidão da magia das cores vibrantes que está em cada obra transferida de outros planos pra esse. E quantas cores, ainda invisíveis aos nossos pares de olhos terrestres, pairam em volta desses belos quadros!!Toda energia canalizada em inspiração... Algumas cores que resplandecem feito nuvens com glitter!
Tenho muito orgulho e admiração por você, continue a inspirar a todos!
O mais importante na existência é viver em sua plenitude, trabalhar com o seu dom, com o que ama e faz sem pensar na retribuição.

Beijos e abraços fraternos!!

Fada do Mar Suave disse...

Beijai-me agora, e muito, e outra vez mais,
Dai-me um de vossos beijos saborosos,
E depois, dai-me um desses amorosos,
E eu pagarei com brasa o que me dais.

Com mais dez beijos longos, langorosos,
E assim, trocando afagos tão gostosos,
Gozemos um do outro, em calma e paz.

Eu viva em vós e vós vivendo em mim.
Deixai que vague, pois, meu pensamento:

Não dá prazer viver bem comportada;
Bem mais feliz me sinto, e contentada,
Quando cometo algum atrevimento.


Louise Labé
1524-1566

Passando e colhendo a magia e os mistérios deste espaço iluminado.
Com carinho da Fada do Mar Suave.

Luciana Marinho disse...

belíssimo! um culto ao presente, trazendo nele os rituais mais originários.

"por falta de uma palavra, o rei Salomão escreveu um livro todo sobre passione: o Cântico dos Cânticos (Shir HaShirim)!"

belo diálogo com as pinturas!
parabéns! parabéns!

beijos!

Sr do Vale disse...

Delicadeza, suavidade o universo feminino em sua mais profunda beleza pelas mãos de Ana.
Um fã em declaração de amor pelas belas pinturas em sons e transparências.

Natty disse...

Ana, minha querida, vai lá no meu blog receber seu Prêmio Dardos. Você foi uma das minhas premiadas.

Leia a postagem e saberás :)

Um beijo!

Kátia Torres disse...

Ana, teu blog está lindo, amiga e este texto muito bom, bela definição para passione... preciso voltar com tempo e sorver como um bom vinho toda a delícia postada aqui. Parabéns!

Kátia
de Adamantina

Kátia Torres disse...

E como um bom vinho tinto!!!

Luísa Silveira Graebin disse...

bellissima traduzione della parola passione!

antonio2blue disse...

Caríssima Ana:
Estou muito feliz pela oportunidade de conhecer você um pouco mais.
O que era uma simpatia, uma intuição (pelo modo que conheci você) se transformou num encantamento.
Este texto e as pinturas formam um tecido tão bem trabalhado, que em conjunto com esta magnífica música de fundo, dão o tom e o compasso para ler, sentindo pouco a pouco o entendimento do que é passione.
Mas que obra linda vocês fizeram aqui.
Muito obrigado por compartilhar seu blog.
Sinto que não estou mais tão só neste mundo absurdo...

Prof. Nardella Dellova בן עבדיה disse...

Ana Luisa Kaminski!!!!

LUIZA disse...

GOSTEI MUITO DESTE TEMA MINHA AMIGA TEM ASAS
ESTOU TRAZENDO BOLLYWOOD PARA O BRASIL ATRAVEZ DA INTERNET JUNTO COM MEUS AMIGOS INDIANOS PARTICIPEM DE MEUS LINKS OK?


............................................A Índia................................... Localiza-se no sul da Ásia e ocupa quase todo o subcontinente indiano, com uma superfície de 3.165.596km2. Está separada do resto da Ásia pela cordilheira do Himalaia. Limita-se ao norte com China, Nepal e Butã; a noroeste, com o Paquistão; a leste, com Myanmar (ex-Birmânia) e o golfo de Bengala; ao sul com o oceano Índico; e a oeste com o mar da Arábia. Bangladesh forma um encrave, dentro da Índia, limitado pelos estados indianos de Bengala Ocidental, Assam, Meghalaya e Tripura, e com o território de Mizoram.

BOLLYWOOD É UMA INDÚSTRIA DA ÍNDIA MUITO RICA. PRODUTORA DE MÚSICAS ,FILMES ,RECADOS PARA ORKUT...
PAGINAS PARA PESQUISA NO GOOGLE:
GOIANÁPOLIS LUIZA CABELEIREIRA
luizacabeleireira2009@hotmail.com
LUIZA BOLLYWOOD
LUIZA CABELEIREIRA
luizacabeleireira@yahoo.com
BOLLYWOOD LUIZA
LUIZA BRAZILIAN INDIAN
LUIZA GOIANAPOLIS
BOLLYWOOD GOIANAPOLIS LUIZA INDIA
BOLLYWOOD GOIANAPOLIS
GOIANAPOLIS LUIZA
LUIZA INDIA GOIANAPOLIS
GOIANAPOLIS BOLLYWOOD
LUIZA GOIANAPOLIS INDIA
AS PÁGINAS ESTAO PUBLICADAS PARA A CIDADE DE GOIANÁPOLIS EM INGLES LA VOCE VAI CONHECER MUITOS ATORES E ATRIZES FAMOSOS E LINDOS ENCONTRAR MUITA MUSICA E MUITO MAIS ...
ESTE PROFESSOR É MUITO MAIS QUE ÍDOLO .ESTOU FELIZ PELA OPORTUNIDADE DE ESTAR ACOMPANHANDO SEU BLOG E CONHECENDO MUITOS POETAS E ESCRITORES FAMOSOS ATRAVEZ DESTE GRANDE HOMEM.