Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

5 de jan de 2007

portas













Todos os dias
tempos e lugares
com portas de entrada
saídas e passagens
mortes e despertar
de sonhos e sementes
em si, em mim, em ti
flores amores e cores
que desabrocham e despetalam
frutos amadurecem, vivemos
em balanço constante, em trânsito
infindo e inefável...




3 comentários:

Leila Lopes disse...

mil escolhas em nossos passos... desejo as portas certas, disposição para o cansaço, semente, água e vôo desmedido aqui e ali.
Bj meu

Carlos Bruni disse...

Abrir portas significa entrar em mundos indecifráveis e, por isso mesmo, excitantes.

Bernardo disse...

Oi mamãe querida!!! Gostei mto das "portas", hehehe... BJO do BER!