Exercícios poéticos, apaixonados e patéticos: pequenos mergulhos e vôos, para compartilhar...

15 de jun de 2007

Lágrimas lilases


...Algumas pessoas perguntam:
"Por que as lágrimas em tuas pinturas?"...
Digo que são "fios cintilantes que nos costuram ao cosmos"... sinais de emoção, sentimento... que podem ser de tristeza, comoção, prazer...
Às vezes, as lágrimas devem-se à leitura de uma notícia como esta, no jornal:

"A fome matou uma criança menor de 10 anos a cada cinco segundos no mundo em 2006, segundo a ONU." (no jornal de hoje)

Entretanto, apesar das dores:

A poesia sobrevoa
a poesia sobrevém
a poesia sobressalta
a poesia sobressai
a poesia sobrevive
a poesia sobretudo...

*Imagem: "Confluências lilases". Pintura de Ana Luisa Kaminski, em processo...

19 comentários:

Anônimo disse...

Analinda,linda Ana...

lágrimas para lavar lindos olhos azuis,pretos,castanhos,verdes e deixar limpa a alma de quem os vê!!!
gotas cristalinas de carinho!!!
beijos azuis.
Lady Vania.

Maria disse...

Sua poesia, assim como sua pintura são comoventes !!! Grande beijo

adelaide amorim disse...

o mundo não nos dá muitos motivos de alegria... mas a vida tem em si mesma a alegria. acho que é esse conflito que alimenta a poesia. beijos.

jalves disse...

Varadas as barcas no lodo da indiferênça as lágrimas não chegam para navegar o rio.

Um abraço deste lado do mar.

Leila Lopes disse...

além do mais são águas que aliviam dores.
beijos, analuka.

célia musilli disse...

ainda quero ver uma notícia poética no jornal, neste dia o mundo vai acordar bem melhor...beijos blues.

Jacinto dos Santos disse...

Lágrimas: são mares em dia de lua cheia. Maré alta. Mas sei que elas não me metem medo, pois são doces suas águas.

Neuzamaria Kerner disse...

Ana, senhora do poder!
É difícil dizer qual a melhor pintura, qual o melhor poema.
Amoras e amores... há algo de especial ali dentro que hipnotisa, prende e não deixa o olhar seguir outros caminhos! Esse é o seu poder, senhora. A poesia sobrevive, nos sobrevoando com suas borboletas azuis. A poesia, a poesia... sobretudo!
Parabéns por pintar belezas; Obrigada por me dar belezas!
Neuzamaria

Fabrício Brandão disse...

Meu lema, querida: a poesia nos liberta e redime até mesmo de certas grandes misérias pessoais.

Beijos poéticos!

Mônica Montone disse...

Esse tipo de notícia também molha meus olhos, querida...

beijocas e boa semana

MM

Robson Corrêa de Araújo disse...

que tal uma exposição aqui em bsb?
pode ser no espaço cultural da camara dos deputados entra no site ou na livraria cultura ou no t-bone ou onde voce achar melhor...

Concha Rousia disse...

A poesia de Ana Luisa
voa com leves assas...
e esta poesia emociona...
e por vezes esta poesia chora...
e suas telas acompanham...
... num abraço de harmonia
de intensidade sem-fim...
num desvelara de segredos do Universo...
a poesia de Ana Luisa
por vezes chora porque
a poesia de Ana Luisa sempre Ama...
Beijos molhados e emocionados...

adelaide amorim disse...

É isso. querida... Poesia sempre! Um beijo assim colorido e suave pra você.

Yuri Assis disse...

meus retalhos de emoções costuram-se ao cosmos, numa tentativa desesperada de sair de si mesmo.
teus quadros, sempre deliqüescentes. acho que você vai adorar o novo conceito com o qual já estou trabalhando, mas que ainda não revelei.

passe em meu blog qdo puder, postei nova poesia.

bjos, dessa vez perdidos no labirinto de si mesmo.

ELSON TEIXEIRA CARDOSO disse...

Penso que as lágrimas em tuas pinturas são o orvalho que escorre nas pétalas de uma flor.

Beijo,

Elson

Héber Sales disse...

poesia

sub
vertido
sub
versi
ficado
ferido
alado

*beijos*

Prosa Mineira disse...

Analuka,
Estou maravilhada com sua arte; nos pincéis e na poesia você é toda cor e emoção.
'Lágrimas lilases' purificaram minha tarde.
Beijo!
Maria Lúcia

João Batista disse...

De fato, depois de tal desencanto, somente lágrimas para limpar nossos olhos e poder ver o que há por trás de tudo isso que a gente chama de "vida".
E nada melhor para nos mostrar a vida que a poesia nela contida, pois não importa o que aconteça, ela sempre estará presente em tudo conosco.

beijo!

Diana Menasché disse...

Que liindo, Ana!
Como me agrada conhecer o teu site...
beijinhos,
Di